Nedstat Basic - Free web site statistics preparacao vocal

sábado, julho 31, 2004




AGOSTO 2004 EM NITERÓI

Tributo a Tom Jobim & Vinicius de Moraes
Domingo, 1º, às 19 horas
Local: Teatro Municipal de Niterói
Endereço: Rua XV de Novembro, 35, Centro, tel.: (21) 2620-1624
Ingresso: R$15,00
O cantor Luiz Arnaldo lembra os sucessos Corcovado, Wave e Chega de Saudade, acompanhado de Alcir Passos (cordas), Borginhos (acordeom), Geraldo Sampaio (teclado) e Zé Batera (bateria e sopros).

Elaine Machado - Clássicos do Samba
Terça-feira, 3, às 20 horas
Local: Teatro Municipal de Niterói
Endereço: Rua XV de Novembro, 35, Centro, tel.: (21) 2620-1624
Ingresso: R$4,00
Acompanhada da banda Raça Brasileira, a sambista homenageia Clara Nunes e João Nogueira. O show conta com a participação especial dos compositores Bira da Vila São João e Ovídio Bessa.


Wanderley Monteiro - MPB em São Domingos
Show de abertura: Grupo Candongueiro
Quinta-feira, 5, às 20 horas
Local: Praça Leoni Ramos, São Domingos
GRÁTIS
Conhecido nas melhores rodas de samba, o cantor-cavaquinista lança seu primeiro CD solo, unindo partido alto com samba dolente, ijexá e samba de velha-guarda. Abrindo a noite, o grupo toca sambas de raiz.

Flávio Venturini
Sexta e sábado, 6 e 7, às 21 horas
Local: Teatro Municipal de Niterói
Endereço: Rua XV de Novembro, 35, Centro, tel.: (21) 2620-1624
Ingresso: R$25,00
Acompanhado de superbanda, o cantor-compositor mineiro mostra as músicas do CD Porque Não Tínhamos Bicicleta. Os sucessos Noites Com Sol, Todo Azul do Mar e Mais Uma Vez também estão no roteiro.


Canamaré - Pop Oceânico
Sexta-feira, 6 às 23 horas
Local: Praia de Piratininga, em frente ao toboágua
GRÁTIS
Ayres d'Athayde (bateria), Gustavo Catraca (percussão), Maurus Maciel (baixo), Rick Daher (guitarra base), Vitor Carvalho (voz) e Zeco (guitarra solo) mostram os reggaes que gravaram no seu terceiro CD.

Zecca Costa - Cultura na Praça
Sábado, 7, às 20 horas
Local: Praça João Saldanha
Endereço: Avenida Desembargador Nestor Rodrigues Perlingeiro, s/nº, Santa Bárbara
GRÁTIS
O cantor-violonista mostra as músicas que incluiu no CD Boas Novas, que conta com a participação de Luiz Melodia, Oswaldo Montenegro e Belchior. No roteiro do show, Sincretismo, Quadrante e Quase Nada.


Seresteiros de Niterói - Serenata no Campo
Sábado, 7, às 18 horas
Local: Campo de São Bento
Endereço: Rua Gavião Peixoto, s/nº, Icaraí
GRÁTIS

Lilian França - Terça Livre
Terça-feira, 10, às 20 horas
Local: Teatro Municipal de Niterói
Endereço: Rua XV de Novembro, 35, Centro, tel.: (21) 2620-1624
Ingresso: R$4,00
Comemorando 10 anos de carreira, a cantora antecipa as canções que incluiu no CD Mapa da Mina e lembra os sucessos do álbum Combustível. No roteiro, Fred Martins, Cartola e Alceu Valença.


Guinga e Márcio Proença - MPB em São Domingos
Quinta-feira, 12, às 20 horas
Local: Praça Leoni Ramos, São Domingos
GRÁTIS
O consagrado violonista divide o palco com o cantor-compositor para lançar o CD Facho de Luz (Niterói Discos). Além das novas canções, o show conta com os sucessos Pare de Me Arranhar e Vício de Amor.

Taruíra - Choro na Rua
Sexta-feira, 13, às 18h30min
Local: esquina das ruas Tavares de Macedo e Lopes Trovão
GRÁTIS
O quarteto formado por Breno Moraes (flauta e voz), Carlos Watkits (sax), Cesinha (cavaquinho) e Márcia Villar (pandeiro) toca clássicos de Pixinguinha, Waldir Azevedo, Ernesto Nazareth e Hermeto Pascoal.


Elza Soares
Sexta a domingo, 13 a 15
Sexta e sábado, às 21 horas; domingo, às 19 horas
Local: Teatro Municipal de Niterói
Endereço: Rua XV de Novembro, 35, Centro, tel.: (21) 2620-1624
Ingresso: R$30,00
Acompanhada de cinco músicos e um DJ, a cantora mostra recriações eletrônicas de clássicos do samba como Opinião, Volta Por Cima e Brasil Pandeiro. Fadas e Lata D'água também estão no roteiro.

Black Limousine e Filhos do Totem - Pop Oceânico
Sexta-feira, 13 às 23 horas
Local: Praia de Piratininga, em frente ao toboágua
GRÁTIS
Primeiro Flávio Farias (voz), Mark Murilo (bateria), Álvaro Lima ( baixo), e Pablo Cezimbra (guitarra) detonam hits dos Rolling Stones (Jumping Jack Flash) e Chuck Berry (Johnny B. Good). Depois é a vez da rapaziada da banda Filhos do Totem unir surf com hardcore e reggae.


Lucina - Cultura na Praça
Sábado, 14, às 20 horas
Local: Praça João Saldanha
Endereço: Avenida Desembargador Nestor Rodrigues Perlingeiro, s/nº, Santa Bárbara
GRÁTIS
O canto guerreiro da compositora e instrumentista fala de sentimentos básicos do ser humano e louva as forças da natureza. No roteiro do show, parcerias com Fred Martins, Alzira Espíndola e Zélia Duncan.

Fátima Regina - Música no Campo
Domingo, 15, às 11 horas
Local: Varanda do Centro Cultural Paschoal Carlos Magno
Endereço: Campo de São Bento, Rua Lopes Trovão, s/nº, Icaraí
GRÁTIS
Acompanhada de Zé Neto (violão) e Flávio Santos (percussão), a cantora confere tratamento jazzístico a composições de Guilherme Arantes, Joyce, Marcos Lima, Marcos Viana e Natan Marques.




sexta-feira, julho 30, 2004



TERRA MOLHADA
DIA 31/07 - SÁBADO - 23h
MAESTRO CARIOCA
No repertório, BEATLES
AV. DAS AMÉRICAS, 700, loja 306-D
BARRA DA TIJUCA (Shopping Cittá América)
Informações: (21) 2132-7666
Rio de Janeiro - RJ


quarta-feira, julho 28, 2004




FESTA DA MÚSICA BRASILEIRA INDEPENDENTE

Depois do glamour do Multishow e do TIM, a série de prêmios musicais continua no dia 4 de agosto, no Teatro Rival, quando será entregue o 3 Prêmio Rival BR de Música, dedicado à música brasileira sem ligação com gravadoras multinacionais. Este ano, o prêmio homenageará o sambista Monsueto, que completaria 80 anos em novembro. Assim como acontece com os outros prêmios, a festa será apenas para convidados, mas o público poderá assistir à entrega dos troféus e aos números musicais num telão, que será instalado na Cinelândia, vizinha ao Teatro Rival.

A noite será animada por Marlene — uma das primeiras a gravar Monsueto — ao lado de Elza Soares, Sandra de Sá e Mart’nália. Dirigidas pelo maestro Túlio Feliciano, elas vão cantar composições de Monsueto como “Me deixa em paz”, “Mora na filosofia”, “Mulher de mau pensar” e “A fonte secou”. A noite terá como apresentadoras as atrizes Ângela e Leandra Leal, mãe e filha, da família dona do teatro.

O júri é composto por sete pessoas, entre músicos, jornalistas e poetas. Eles decidirão os 11 premiados, nas categorias cantor, cantora, CD, grupo, compositor, instrumental, instrumental solo, produtor, atitude, tributo/resistência/ resgate e revelação [ veja quadro ]. Cada premiado receberá R$ 3 mil, além do troféu.

Apesar do perfil mais alternativo, alguns indicados não escapam da coincidência com os do recente Prêmio TIM, como Maria Bethânia e seu disco “Brasileirinho” [a novidade é a indicação da cantora ao prêmio de produtora, por “Vozes da purificação” de Dona Edith do Prato] e o tributo do cantor Noite Ilustrada a Lupicínio Rodrigues. Durante a festa também será anunciado o nome do artista homenageado do ano que vem.

Os indicados ao prêmio

CANTORA: Mônica Salmaso, Zélia Duncan e Luciana Souza
CANTOR: Ed Motta, Marcos Sacramento e Zé Renato
DISCO: “Pérolas aos poucos” [Zé Miguel Wisnik], “Benza, Deus” [Luiz Carlos da Vila] e “Brasileirinho” [Maria Bethânia]
GRUPO: Quarteto Maogani, Trio Calafrio e Banda de Pífanos de Caruaru
COMPOSITOR: Zé Miguel Wisnik, Luiz Carlos da Vila e Paulo César Pinheiro
INSTRUMENTAL: “Estação Leopoldina” [Paulo Moura], “Mundo verde esperança” [Hermeto Pascoal] e “Cada um belisca um pouco” [Dominguinhos, Sivuca e Oswaldinho]
INSTRUMENTAL SOLO: Humberto Araujo [“Choro criolo”], João Carlos Assis Brasil [“Todos os pianos”] e Armandinho [“Retocando o choro”]
PRODUTOR ARTÍSTICO: Maria Bethânia, Paulão 7 Cordas e João de Aquino
ATITUDE: Guilherme de Brito, Inesita Barroso e Dona Edith do Prato
TRIBUTO/RESISTÊNCIA/RESGATE: Miúcha [“Canta Vinicius & Vinicius”], Noite Ilustrada [“Canta Lupicínio Rodrigues”] e “Ao Jacob seus Bandolins” [Diversos]
REVELAÇÃO: Mombojó, Adyel Silva e Wanderley Monteiro
HOMENAGEADOS 2005: Dona Ivone Lara, Hermínio Bello de Carvalho e Luiz Antônio


fonte: Kviar Music/O Globo


segunda-feira, julho 26, 2004

OS CANTOS SAGRADOS DE CURA

Nos dias 6 a 8 de agosto de 2004 vamos nos reunir com a natureza para
realizar Os Cantos Sagrados de Cura, num espaço de recolhimento,
concentração e quietude.
Buscando a união com as energias mais sutis do Universo, vamos cantar OS
SONS DO CORAÇÃO: mantrams, vogais sagradas, cantos Sufis, búlgaros,
aramaicos, & da antiga tradição judaico-cristã, e outros cânticos
inspiracionais de antigas tradições. Vamos aprender a técnica do Overtone
Chanting (Os Harmônicos da Voz), originário do Canto Difônico da Mongólia,
que é usado pelos monges tibetanos como instrumento de meditação e
harmonização dos chakras.
Vamos também dançar e celebrar com a nossa criança divina!
Este trabalho, de um poder curativo maravilhoso, é aberto a todas as
pessoas. Trabalhamos com as ressonâncias (vibrações sonoras) da voz, e
quanto maior o número de pessoas, mais belo e poderoso o som produzido. Sua
presença é indispensável! Nossa intenção é nos harmonizarmos com o "zumbido
cósmico do Universo", e entrarmos numa sintonia multidimensional, fazendo
uma troca energética entre nós e a querida Mãe Terra.

Local do encontro: CENAM (Colegio Assunção) em Santa Teresa - Rio de Janeiro
Rua Almirante Alexandrino - ao lado do Hospital 4º Cantenário

Informações e inscrições: T. 21-25421416
www.vozterapia.com.br


Com carinho,
Sonja Prazeres



domingo, julho 25, 2004


Show do Grupo Vocal BR6
Música Popular Brasileira A Cappella
- Dia 31 de Julho (sábado) - 19:00 horas
Local: FNAC - Barra Shopping
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro


TEPEM


A Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNI-RIO), em convênio com os Seminários de Música Pro-Arte, comunica que serão abertas as inscrições para o curso de extensão Teoria e Prática da Percepção Musical - TEPEM. Este curso é de caráter intensivo e destinado a pessoas que já tenham um contato efetivo com a música, seja cantando ou tocando algum instrumento. O curso tem por objetivo desenvolver a leitura e a escrita através da percepção musical com ênfase na prática auditiva, desenvolvimento da memória, coordenação rítmica e controle da afinação.

Carga Horária: 60 horas/aula, distribuídas em dois encontros semanais
Período dos Cursos: 16 de Agosto a 17 de Dezembro
Taxa Única Semestral: R$ 260,00 (Duzentos e Sessenta Reais)
Inscrições: 02 a 06 de Agosto de 10:30 às 16:00 hs.

Maiores informações : Secretaria de Apoio à Extensão - Instituto Villa-Lobos (UNI-RIO - Centro de Letras e Artes)
Av. Pasteur, 436 - fundos - Urca (tel.: 2543 9701)




sábado, julho 24, 2004

PESQUISA CORPORAL para CANTORES

coordenação Ana kfouri

professoras Ana Abbott e Maria Clara Hertz


Uma oficina dedicada ao estímulo de um corpo vivo, presente, provocador de
emoções. Nossa meta será aliar a técnica ao estado de criação. A técnica,
através de exercícios físicos de impacto, tensão, coordenação, e a
respiração como elemento fundamental no domínio da cena. Aliaremos
exercícios lúdicos a exercícios que visam a agilidade mental e a precisão,
tão importantes para o jogo do intérprete no palco. Trabalharemos o corpo
como um todo, o corpo e suas partes dissociadas e a qualidade expressiva que
cada uma carrega. Com um sólido embasamento, realizaremos improvisações,
através de exercícios sensoriais, adentrando o campo de criação propriamente
dito. A proposta é uma pesquisa das várias possibilidades corporais e a
relação lúdica do corpo com o ato de se expressar.

Ana Abbott e Maria Clara Hertz são atrizes formadas pela CAL - Casa das
Artes Laranjeiras, em 1998. Ambas são atrizes do Grupo Alice 118, dirigido
por Ana Kfouri, desde sua formação, também em 1998. Ana é formanda em Artes
Cênicas pela UNIRIO e Maria Clara formada pela escola Angel Viana.
Ana Abbott e Maria Clara Hertz vêm desenvolvendo um trabalho de oficinas de
pesquisa corporal há três anos, sob coordenação de Ana Kfouri, no Café
Cultural, dedicado a cantores. Foram também as responsáveis pelas oficinas
Corpo Criativo e Acrobacia no projeto Verão com Arte, do CCBB, em janeiro de
2004, e ministram oficinas de acrobacia e teatro no Centro de Estudo
Artístico Experimental, para crianças, adolescentes e jovens, do projeto Baú
Criativo, do Grupo Alice 118, no Sesc Tijuca, coordenado por Ana Kfouri,
desde 2001.


LOCAL : Café Cultural - Rua: São Clemente nº 409 - Humaitá - Rio de Janeiro

1ª turma - às sextas feiras - 11 às 13h de 13 de agosto a 26 de novembro de
2003 - esta oficina será dedicada à aplicação da técnica, para alunos
novos e para os interessados em continuar e aprofundar o trabalho já
iniciado nos outros semestres.

2ª turma - aos sábados - 13 às 15h de 14 de agosto a 27 de novembro de 2003
- esta oficina realizará um show, como resultado do trabalho desenvolvido,
com roteiro elaborado em conjunto durante o processo das aulas e ensaios.
(somente para alunos antigos)

mensalidade: R$ 100,00

Contato: 2225-6252 / 9442-3947 (Maria Clara Hertz)
Kfouri.rlk@terra.com.br / anakfouri@anakfouri.com



segunda-feira, julho 19, 2004




WORKSHOPS DA ABC


Últimos dias para inscrição

Alunos ativos cantores: vagas esgotadas
Alunos ativos pianistas: restam apenas 5 vagas
Alunos ouvintes: ainda há vagas
Atenção: é imprescindível fazer reserva de sua vaga!
Reservas somente até dia 22 de julho!
Reservas: abcanto@rio.com.br abcanto.rlk@terra.com.br


Dia 24 de julho de 2004
sábado - de 9:30h às 16:30h
Local: Auditório do Conservatório Brasileiro de Música - Av. Graça Aranha 57 - 12º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ


MASTERCLASS DE CO-REPETIÇÃO:
A ARTE DE ACOMPANHAR CANTORES
EM MÚSICA DE CÂMARA E ÓPERA

com o pianista Prof. Dr. RICARDO BALLESTERO,
co-repetidor da Houston Grand Opera (EUA)


Neste workshop de caráter prático, o pianista e co-repetidor brasileiro radicado nos EUA RICARDO BALLESTERO vai abordar a arte da interpretação e do acompanhamento, a partir da dicção correta dos fonemas associados a uma emissão ideal. Através do estudo minucioso da obra a ser interpretada, o cantor obtém as informações necessárias para a execução primorosa das peças para canto, seja música de câmara ou ópera. O papel do co-repetidor é orientar os cantores na obtenção de um resultado excelente ao nos ensinar como buscar essas informações de maneira detalhada, profissional e profunda.

Público alvo: Poderão participar como alunos ativos os duos de canto e piano já estabelecidos, e cantores e pianistas que individualmente estejam interessados no repertório vocal. No entanto, preferência será dada aos duos já formados.
Para as vagas de alunos ouvintes, o curso destina-se a co-repetidores, profs. e estudantes de canto, cantores, pianistas, regentes, maestros, e demais interessados em canto e repertório erudito.

Alunos ativos: 8 vagas para cantores + 8 vagas para pianistas acompanhadores
Alunos ouvintes: 80 vagas

OBS: Os interessados deverão, no ato da reserva de vaga, esclarecer se desejam participar como alunos ativos ou ouvintes.

Repertório: Ao fazer a reserva, os interessados nas vagas de alunos ativos devem especificar uma lista de repertório já preparado para trabalhar durante o workshop (2 ou 3 obras). Se possível, procurar incluir peças em estilos contrastantes, em diversos idiomas e em meios diferentes (ópera, canção, etc).

Preparação: É imprescindível conhecer bem tanto a parte musical quanto a literária das obras a serem interpretadas. Ou seja, espera-se que todos (cantores e pianistas) conheçam bem a tradução dos textos das peças que vão apresentar. Para as árias de ópera, espera-se que o cantor saiba o contexto da situação dramática. Antes de trabalhar uma peça, o cantor ou o pianista fará uma leitura dramática do texto em português. É necessário saber a tradução de cada palavra, mas deverá apresentar uma tradução livre durante as leituras dramáticas.

OBS 2: Os pianistas que não estejam em um duo previamente formado serão avisados a tempo do repertório que deverão preparar antes do workshop. Isto ocorrerá caso não haja número suficiente de duos já formados.

RICARDO BALLESTERO - Nascido em São Paulo, atuou como professor-visitante na Universidade do Colorado-Boulder (EUA). Desde 2003, atua como pianista/co-repetidor do Studio da Houston Grand Opera (EUA). Ballestero completou o seu Doutorado em Acompanhamento e Música de Câmara na Universidade de Michigan (EUA), onde estudou com o renomado pianista Martin Katz. Mestre em Acompanhamento e Co-Repetição pelo Westminster Choir College (EUA), onde estudou com Dalton Baldwin. Bacharelado em Piano pela USP na classe do pianista Gilberto Tinetti. Recebeu vários prêmios no Brasil, incluindo o de melhor pianista-acompanhador no Prêmio Eldorado de Música (1995). Ballestero tem se apresentado em recitais com cantores solistas do Metropolitan Opera, New York City Opera e Houston Grand Opera e em recitais em Nova York, Filadélfia, Detroit, Denver, Princeton, Michigan, Vermont, Florida, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília. Participou de masterclasses com grandes nomes como Grace Bumbry (EUA), e acompanhou cantores como Shirley Verrett, Rudolf Piernay e Nico Castel.

Valores:
Alunos Ouvintes: R$ 30,00 - para sócios em dia da ABC
R$ 50,00 -para sócios em atraso e não-sócios
Alunos Ativos: R$ 50,00 - para sócios em dia da ABC
R$ 70,00 - para sócios em atraso e não-sócios
O pagamento será feito no próprio dia e local do curso.

Pedimos que os participantes cheguem às 09:00h para podermos
proceder ao pagamento e darmos início ao workshop sem atrasos.
Os alunos ativos (cantores e pianistas) deverão levar 1 cópia extra,
em perfeito estado, das partituras de cada uma das peças que vão interpretar,
para que o professor ministrante possa analisá-las.
Haverá um pausa de uma hora para almoço, cuja despesa correrá por
conta de cada participante.




Terra Molhada

Dia 30 de Julho a partir de 21:30 horas
Local: Bar Partitura - Lagoa
Rio de Janeiro
No repertório: Beatles


domingo, julho 18, 2004


Alkaparra Produções
Apresenta:

Cláudio Lins
e banda

com o show:
Eu Não Estou Aqui

Dia 19 de julho
MELT - 22h.
Rua Rita Ludolf, 47 – Leblon
R$ 20,00

Contatos: claudiolins@alkaparra.com.br
Alkaparra Produções = Alina Lyra e Karine Teles


GRUPO VOCAL ART VOZES

LOCAL: Vinícius Piano Bar
END: Rua Vinícius de Moraes, 37
DATA: 20/07/2004
HORA: 22:00

O quinteto vocal apresenta o show "Art, Bossa, Samba e Vozes" com músicas da bossa nova e sambas consagrados de compositores como João Bosco, Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Zé Ketti, entre outros.

O grupo é composto por:
Vocais: Ana Paula Prado, André Jeovanio, Claudia Montelage,
Voz e violão: Rogério Neto e Henrique Ornellas
Percussão: André Alves




sexta-feira, julho 16, 2004




domingo, julho 11, 2004

Mapa Vocal
canto popular
Aula demonstrativa com Suely Mesquita


Sábado
17 de julho
Santa Rosa - Niterói - RJ
horários:
14 às 15:30
16 às 17:30


R$ 30,00*
*preço promocional até SEGUNDA FEIRA
12 de julho


Para pagamentos entre 13 e 15 de julho, R$ 35,00.
Para pagamentos a partir de 16 de julho, R$ 40,00.

Inscrições e informações:
mapa@suelymesquita.com.br
www.suelymesquita.com.br/pv






PROCURAMOS VOCALISTA URGENTÍSSIMO
A banda ladydie classic rock ( purple, sabbath, steppenwolf, floyd,
led, credence, músicas próprias, etc... ) procura urgentíssimo vocalista, imprescindível ter equipamento e disponibilidade de ensaio aos domingos em Santo André.
Contato:
LADYDIE@UOL.COM.BR 9259-4914
SANTO ANDRÉ SP

Procuro Vocalista Feminino ou Masculino
Procuro vocalista feminino ou masculino (com material demo para
análise), para som próprio que consiga cantar Hard rock/Metal (estilo Van halen) Fone: 9315-6168 c/ kuka
Contato:
kukasantos@ig.com.br 9315-6168
São Paulo SP

Vocal urgente!!!
Precisamos de vocal que esteja interessado em trabalho sério e que tenha influencias em metal épico tais como: Rhapsody, Hammerfall, Blind guardian.... interessados liguem no 9273-0929.
Contato:
mozart.barcelos@ig.com.br 92730929
SP SP

PROCURO VOCAL FEMININO
Preciso de uma mina que cante game of love do Santana, para
apresentação em festival. a mina precisa ter uns 15-20 anos. O festival chama-se DAnte in Concert e será em 18/09/2004.
Banda ja formada, o nome eh No Comments.
São Paulo - SP
contato: 9133-5657 falar com Gustavo ou 95871687 falar com Guilherme

Coral do Centro (organizado pela Associação Viva o Centro)
O Coral do Centro está admitindo cantores. Favor, comparecer para entrevista no dia e hora do ensaio ou mandar mensagem para:
docentebrasileiro@yahoo.com.br. Regente: Miriam Carpinetti.
Ensaios: terças-feiras das 18:20 às 20:00 hs.
Local: Conservatório Dramático e Musical de São Paulo.
Endereço: Rua Conselheiro Crispiniano, 352
Metrô: estações República ou Anhangabaú.
Obs: Coral auto-sustentável - taxa de manutenção de R$ 10,00 mensais por cantor. Todos os que estiverem interessados podem participar, pois, é um coral aberto à comunidade com repertório eclético, de vários países e que percorre vários séculos.


Fonte: lista camusica-br


MOISÉS SANTANA
E BANDA


O cantor e compositor MOISÉS SANTANA mescla ritmos brasileiros com música eletrônica, rock e suportes multimídia. No dia 15 de julho, às 20h, no Sesc Vila Mariana, o artista participa do projeto "Plugados", que apresenta trabalhos de músicos "plugados" em tendências contemporâneas de criação musical.
Fonte: Página da Música


sexta-feira, julho 09, 2004


Cia Opera São Paulo abre inscrições
para a ópera La Traviata, de G.Verdi
Direção Artística: Paulo Abrão Esper / Alberto Marcondes

Fonte: camusica-br



CONCURSO ÓPERA LA TRAVIATA - REGULAMENTO

I - Poderão se inscrever cantores de qualquer nacionalidade, desde
que residentes no Brasil, sem limite de idade;

II - O Concurso será realizado no Theatro São Pedro, em São Paulo,
nos dias 23 e 24 de Julho de 2004, a partir das 16 horas, e no dia
25, os vencedores se apresentarão ao público;

III - O júri será formado por personalidades artísticas do Brasil,
que irão estipular ao final do concurso, se o elenco secundário será
um ou dois;
IV - Os candidatos deverão apresentar as seguinte árias conforme o
papel escolhido:

a - Violetta (Soprano): Ah, forse è lui... (1º ato) e Addio, del
passato (3º ato)
b - Alfredo (Tenor): De´miei bollenti spiriti...(recitativo, ária e
cabaleta - 2ºato)
c - Germont (Barítono): Di Provenza il mar (ária e cabaleta - 2º ato)
d - Flora (Mezzo-Soprano), Annina (Soprano), Gastone e Giuseppe
(Tenores), Barão (Barítono), Marques, Dr. Grenvil, Doméstico e
Comissário (Baixos), deverão apresentar uma ária de ópera italiana de
livre escolha.

V - Os candidatos poderão concorrer aos papéis principais e serem
convidados para os demais papéis da Ópera;

VI - O júri poderá ou não selecionar os candidatos para seus
respectivos papéis;

VII - A Direção comunica que foram convidados a integrar os elencos
da Ópera, o Soprano Kalinka Damiani (Violetta),o tenor Marcello
Vannucci (Alfredo). Portanto os candidatos que farão o concurso para
estes papéis, estarão cientes que concorrerão à apenas uma vaga e
atuarão em duas récitas;

VIII - Serão escolhidos dois elencos completos, com exceção do que
está estabelecido na cláusula VII, para as quatro récitas da Ópera, a
serem encenadas nos dias 11, 12, 18 e 19 de setembro de 2004 nas
cidades de Americana e São Paulo, sendo que cada elenco fará duas
récitas;

IX - A ficha de inscrição deverá ser enviada via e-mail solicitando
confirmação de recebimento para ciaoperasp@hotmail.com contendo os
seguintes dados:
- Nome completo e Artístico;
- Nascimento, RG, CPF;
- Curriculum Vitae e foto (300 dpi de resolução)
- Endereço completo, telefone, e-mail.
- Papel que deseja concorrer e repertório para os personagens
coadjuvantes
( a CI deverá ser conferida no ato da audição )

X - A direção disponibilizará um pianista acompanhante para os
candidatos, o que não impede o candidato de trazer seu próprio
pianista.

XI - A inscrição somente será aceita, mediante pagamento da taxa de
participação no valor de R$ 50,00 (cinquenta reais).

XII - Todas as despesas com viagem, hospedagem, e alimentação para o
concurso serão por conta do próprio candidato, sendo que a taxa de
participação será devolvida aos vencedores.

Informações: (12) 9712-7307 ou (12) 8113-3921
ciaoperasp@hotmail.com
ciadartecultura@yahoo.com.br




O rock nacional renasce em Curitiba
Marcelo Costa

Quase onze anos atrás, em setembro de 1993, uma matéria de quatro páginas na principal revista de música do país (a finada Bizz) atestava que Curitiba estava inundando de sangue fresco o rock nacional. Apelidada de "Novos Vampiros", a cena curitibana de 93 acabou ficando à margem, enquanto surgia o mangue beat (atraindo a mídia) e o forrocore dos Raimundos se transformava em sucesso de vendas (atraindo o público). Muita coisa aconteceu desde então, e em tempos de maré braba na indústria, as luzes voltam-se para a "cidade modelo" novamente. Vários grupos da cidade - da MPB ao punk, do reggae ao psychobilly - conseguem mostrar que ainda é possível fazer boa música no Brasil.
Fonte: Terra_Música




NITERÓI
PROGRAMAÇÃO MUSICAL

Seresteiros de Niterói - Serenata no Campo
Sábado, 10, às 18 horas
Local: Campo de São Bento
Endereço: Rua Gavião Peixoto, s/nº, Icaraí
GRÁTIS
Oito cantores, três músicos, um poeta e um apresentador mostram repertório romântico consagrado, pesquisado e selecionado na obra de Adílio Silveira, Orestes Barbosa, Lamartine Babo e Sílvio Caldas.

Companhia de Canto Cândido Mendes - Música na Praça
Domingo, 11, às 10h30min
Local: Campo de São Bento
Endereço: Rua Gavião Peixoto, s/nº, Icaraí
GRÁTIS
Formado por 30 vozes, o grupo apresenta MPB coreografada e teatralizada. No roteiro sucessos de Rita Lee, Kid Abelha, Tribalistas e Milton Nascimento, sob a regência do maestro Hélio Junior.

Totonho e Os Cabra - MPB em São Domingos

Show de abertura: Simone Lial
Quinta-feira, 15, às 20 horas
Local: Praça Leoni Ramos, São Domingos
GRÁTIS
O cantor-compositor paraibano abre seu baú sonoro para mostrar Peter Tosh Mac Tosh, A Vitima, Nhem, Nhem, Nhem, Baba Ovo e Cabra Pentium. Abrindo a noite, Simone Lial canta sambas clássicos.

Unha de Gato - Choro na Rua
Sexta-feira, 16, às 18 horas
Local: esquina das ruas Moreira César e Miguel de Frias
GRÁTIS
Bruno Max (percussão), Daniel Scisínio (cavaquinho e voz), Rodolpho Dutra (pandeiro), Tiago Souza (bandolim), Wander Fontana (violão) e Chico (voz e percussão) interpretam hits de Pixinguinha e Candeia.

Amanda Aragão - Cultura na Praça
Sábado, 17, às 20 horas
Local: Praça João Saldanha
Endereço: Avenida Desembargador Nestor Rodrigues Perlingeiro, s/nº, Santa Bárbara
GRÁTIS
A cantora-atriz paulistana tem 25 anos, é formada em psicologia, já foi bailarina e hoje comanda o vocal da banda Rio Soul. No show ela une hits de Marisa Monte, Cássia Eller, Caetano Veloso e Fred Martins.

Mauro Costa Jr. - Música no Campo
Domingo, 18, às 10h30min
Local: Varanda do Centro Cultural Paschoal Carlos Magno
Endereço: Campo de São Bento, Rua Lopes Trovão, s/nº, Icaraí
GRÁTIS
Acompanhado de Hugo Lopes (violão) e Allan Diones (percussão), o violonista-cantor confere nova roupagem a Brasileirinho (Waldyr Azevedo), Yesterday (Beatles) e mostra as músicas do CD A Mi Manera.


quinta-feira, julho 08, 2004

TEATRO MUNICIPAL DE NITERÓI
JULHO DE 2004

Pedro Mariano
Sexta a domingo, 9 a 11
Sexta e sábado, às 21 horas; domingo, às 19 horas
Ingresso: R$25,00
Acompanhado do violonista Conrado Góes, o cantor alterna sucessos de seus quatro álbuns e mostra composições que estarão no novo CD. Voz no Ouvido, Tem Dó e Livre Pra Viver estão no roteiro do show.

Tereza Mazeli
Terça-feira, 13, às 20 horas
Ingresso: R$4,00
Mais segura do seu estilo musical, a cantora lança seu segundo disco, apostando no tema amor. CD e show contam com composições inéditas de Altay Veloso, Dalto, Márcio Proença e Sara Benchimol.

Carol McDavit e Jacob Herzog
Quarta-feira, 14, às 19 horas
Ingresso: R$4,00
O soprano gravou vários discos e cantou em inúmeras cidades no Brasil e no exterior. O pianista divide-se entre os recitais e as aulas que ministra na UFRJ. No programa, Joseph Haydn e Muzio Clementi.



quarta-feira, julho 07, 2004

WORKSHOPS DA ABC

Atenção: é imprescindível fazer reserva de sua vaga!
Reservas somente até dia 22 de julho!


Reservas: abcanto@rio.com.br abcanto.rlk@terra.com.br

Dia 24 de julho de 2004
sábado - de 9:30h às 16:30h
no Conservatório Brasileiro de Música (RJ)


MASTERCLASS DE CO-REPETIÇÃO:
A ARTE DE ACOMPANHAR CANTORES
EM MÚSICA DE CÂMARA E ÓPERA
com o pianista Prof. Dr. RICARDO BALLESTERO,
co-repetidor da Houston Grand Opera (EUA)

Neste workshop de caráter prático, o pianista e co-repetidor brasileiro radicado nos EUA RICARDO BALLESTERO vai abordar a arte da interpretação e do acompanhamento, a partir da dicção correta dos fonemas associados a uma emissão ideal. Através do estudo minucioso da obra a ser interpretada, o cantor obtém as informações necessárias para a execução primorosa das peças para canto, seja música de câmara ou ópera. O papel do co-repetidor é orientar os cantores na obtenção de um resultado excelente ao nos ensinar como buscar essas informações de maneira detalhada, profissional e profunda.

Público alvo: Poderão participar como alunos ativos os duos de canto e piano já estabelecidos, e cantores e pianistas que individualmente estejam interessados no repertório vocal. No entanto, preferência será dada aos duos já formados.
Para as vagas de alunos ouvintes, o curso destina-se a co-repetidores, profs. e estudantes de canto, cantores, pianistas, regentes, maestros, e demais interessados em canto e repertório erudito.

Alunos ativos: 8 vagas para cantores + 8 vagas para pianistas acompanhadores
Alunos ouvintes: 80 vagas

OBS: Os interessados deverão, no ato da reserva de vaga, esclarecer se desejam participar como alunos ativos ou ouvintes.


Repertório: Ao fazer a reserva, os interessados nas vagas de alunos ativos devem especificar uma lista de repertório já preparado para trabalhar durante o workshop (2 ou 3 obras). Se possível, procurar incluir peças em estilos contrastantes, em diversos idiomas e em meios diferentes (ópera, canção, etc).

Preparação: É imprescindível conhecer bem tanto a parte musical quanto a literária das obras a serem interpretadas. Ou seja, espera-se que todos (cantores e pianistas) conheçam bem a tradução dos textos das peças que vão apresentar. Para as árias de ópera, espera-se que o cantor saiba o contexto da situação dramática. Antes de trabalhar uma peça, o cantor ou o pianista fará uma leitura dramática do texto em português. É necessário saber a tradução de cada palavra, mas deverá apresentar uma tradução livre durante as leituras dramáticas.

OBS 2: Os pianistas que não estejam em um duo previamente formado serão avisados a tempo do repertório que deverão preparar antes do workshop. Isto ocorrerá caso não haja número suficiente de duos já formados
.

RICARDO BALLESTERO - Nascido em São Paulo, atuou como professor-visitante na Universidade do Colorado-Boulder (EUA). Desde 2003, atua como pianista/co-repetidor do Studio da Houston Grand Opera (EUA). Ballestero completou o seu Doutorado em Acompanhamento e Música de Câmara na Universidade de Michigan (EUA), onde estudou com o renomado pianista Martin Katz. Mestre em Acompanhamento e Co-Repetição pelo Westminster Choir College (EUA), onde estudou com Dalton Baldwin. Bacharelado em Piano pela USP na classe do pianista Gilberto Tinetti. Recebeu vários prêmios no Brasil, incluindo o de melhor pianista-acompanhador no Prêmio Eldorado de Música (1995). Ballestero tem se apresentado em recitais com cantores solistas do Metropolitan Opera, New York City Opera e Houston Grand Opera e em recitais em Nova York, Filadélfia, Detroit, Denver, Princeton, Michigan, Vermont, Florida, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília. Participou de masterclasses com grandes nomes como Grace Bumbry (EUA), e acompanhou cantores como Shirley Verrett, Rudolf Piernay e Nico Castel.

Local: Auditório do Conservatório Brasileiro de Música - Av. Graça Aranha 57 - 12º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ

Valores:
Alunos Ouvintes: R$ 30,00 - para sócios em dia da ABC
R$ 50,00 -para sócios em atraso e não-sócios
Alunos Ativos: R$ 50,00 - para sócios em dia da ABC
R$ 70,00 - para sócios em atraso e não-sócio
s

O pagamento será feito no próprio dia e local do curso.
Pedimos que os participantes cheguem às 09:00h para podermos
proceder ao pagamento e darmos início ao workshop sem atrasos.


fonte: Associação Brasileira de Canto




terça-feira, julho 06, 2004


Alkaparra Produções
Apresenta:

Cláudio Lins e banda

com o show:
Eu Não Estou Aqui

Dia 8 de julho
Espírito das Artes 22h. (Cobal Humaitá)
Rua Voluntários da Pátria, 446 – Mezzanino
Tel: 2579-4091 – R$ 15,00

Contatos: claudiolins@alkaparra.com.br


domingo, julho 04, 2004

AFINADO X DESAFINADO
(por Tato Fischer*)

“Se você disser que eu desafino, Amor,
Saiba que isso, em mim, provoca imensa dor.”

(Tom Jobim/ Newton Mendonça)


Sempre que alguém chama outro alguém de “desafinado” não faz idéia do tamanho do rombo que abre na personalidade do outro. Este texto bem poderia justificar o prefácio de um livro de auto-ajuda, pensarão alguns. Eu concordaria, se o livro se propusesse a discutir a auto-estima e a baixa auto-estima.
Alguém grita na rua: “ô, gordo!”, “ô, careca!”, “ô, veado!” TUDO BEM! Nenhum problema. Porém, se disser “ô, desafinado!”, estará condenando o indivíduo, para todo o sempre, a SER desafinado! Pois muito bem: ninguém “é” desafinado... alguém pode “estar” desafinado, como um instrumento. E necessita ser afinado, certo?
Se Deus afinou os passarinhos e as ondas do mar, não tinha por que ser sacana justamente com o coitado que é chamado de desafinado! Acredito que esse “desequilíbrio” na afinação que se constata em alguém (e conheci inúmeros casos nos meus últimos trinta anos dando aulas de canto) deva-se ao fato de estas discriminações mexerem exatamente com o “chacra”(*) da comunicação. É através deste canal de energia, o “chacra” laríngeo, que o indivíduo se comunica com o mundo, através dele se coloca no mundo.
E justamente os “amigos”, que desconhecem os motivos pelos quais o indivíduo não consegue bem entoar (e por isso mesmo precisa “ser “afinado” novamente), ao invés de colaborar seja para ele encontrar seu melhor “tom”, seja para conseguir ouvir melhor, viram-se para o amigo e fazem a piadinha, achando que estão ajudando: “você gosta de canto? então vá lá pro canto!”
Ricardo Oliveira, mestre de Música Orgânica (ler QUEM PODE CANTAR?), sempre nos orienta em relação a observar de que é que alguém necessita pra ficar mais afinado. Eu acredito que a relação afinação-desafinação esteja diretamente relacionada com aprender a ouvir. Há uma famosa frase repetida ad-nauseam em corais: “Ouvir é mais importante do que cantar”.


(*) “chacras” - canais de energia reconhecidos pelos indianos, vórtices de energia que movimentam a vida no corpo físico do ser humano. Há vários livros, mormente da Editora Pensamento, São Paulo, que explicam o que são os “chacras” e como funcionam.

*Tato Fischer, cantor e compositor, professor de canto e técnica vocal nos coloca questões sobre o canto, para debates e discussões. A seção é baseada em seu folhetim CANTAAAR!, distribuído em aulas, conferências e trabalhos em consultoria de empresas, e tem a função de esquentar debates entre os interessados na questão do canto. Tato Fischer também é o criador do Projeto ´Ao Menos Um´, desenvolvido nas QuartasQuartas (em São Paulo) e nas SegundasSegundas (no Rio de Janeiro). Dúvidas, questionamentos e sugestões deverão ser enviados diretamente a tato@m-musica.org

fonte: página CANTAAAR! site m-música



sexta-feira, julho 02, 2004

VOZinVENTO

o vento da criação traz o canto INtenso
oficina de criação a partir da voz e do movimento em cena
com Suely Mesquita


ÚLTIMAS VAGAS - peça a ficha de inscrição em vozinvento@suelymesquita.com.br
ou
espacosesc.info@sescrj.com.br

A oficina VOZinVENTO se dirige a cantores populares, atores, bailarinos,
compositores e outros artistas, profissionais e amadores, assim como a
qualquer pessoa curiosa acerca dos processos criativos que envolvem a voz
humana, a palavra e o palco.
O curso acontece no palco e na platéia do teatro do Espaço SESC, às 3as. e
5as. de 11 às 14hs, de 6 a 29 de julho, privilegiando exercícios práticos e
aproveitando a presença do outro durante a criação.


PREÇO:
2kg de alimento não-perecível
ou duas latas de leite em pó

se você gostaria de fazer esse curso mas não pode nesse horário,
informe em que horário gostaria de estar comigo e tentarei atendê-lo no
futuro.


Suely Mesquita é cantora, compositora e professora de canto. É parceira de
Zélia Duncan, Moska, Fernanda Abreu, Chico César, Zeca Baleiro, Zé Rodrix,
Mathilda Kóvak, Luís Capucho, Pedro Luís e outros. Tem músicas gravadas por
Fernanda Abreu, Ney Matogrosso, Marcela Biasi, Pedro Luís e a Parede e
outros artistas. Com Mathilda Kóvak, criou e dirigiu o projeto Bolsa Nova,
que em 2002 e 2003 reuniu no Espaço SESC compositoras do Rio e de São Paulo.
Com Kali C., criou o projeto eXercícios (2003), série de shows em que as
duas compositoras receberam Zélia Duncan, Fernanda Abreu, Chico César,
Moska, Rita Ribeiro, Pedro Luís e outros artistas. Lançou o CD Sexo Puro em
2002, elogiado pela crítica do Rio de Janeiro e de São Paulo. Assina a
preparação vocal de CDs de Pedro Luís e a Parede, Boato, Farofa Carioca e
outros. É co-fundadora do GEV - Grupo de Estudos da Voz do Rio de Janeiro,
que em sua origem se dedicou especialmente a adaptar o conhecimento das
escolas clássicas de canto e a abordagem científica sobre fisiologia da voz
ao treinamento do cantor popular. Criou a lista de discussão preparacaovocal
(http://preparacaovocal.blogspot.com), atualmente com mais de 280 membros em
todo o Brasil.


LOCAL: Espaço SESC - Rua Domingos Ferreira 160 - Copacabana
PREÇO: 2kg de alimento não perecível
DATA E HORÁRIO: as. e 5as. de 11 às 14hs / de 6 a 29 de julho

INFORMAÇÕES:
vozinvento@suelymesquita.com.br
espacosesc.info@sescrj.com.br
(021) 2547-0156 / (021) 2548-1088 R 229 ou 255


INSCRIÇÕES:
vozinvento@suelymesquita.com.br
ou
de 3a. a domingo, na bilheteria do teatro, das 15 às 19hs
Espaço SESC - Rua Domingos Ferreira 160 - Copacabana



SESC Niterói * Shows

QUARTA SOM - "CHÁ DE UVA"
De sambas antigos de Noel e Cartola a interpretações vigorosas e passionais, o grupo surpreende com influências do flamenco, folk, blues e música brasileira
Dia: 21 de julho, às 21h
Local: Teatro
Valor: R$ 4* e R$ 8 . para maiores de 12 anos.
* Comerciários, estudantes e maiores de 65 anos

SESC PALCO MIX
Mistura de estilos musicais como reggae, pop rock, MPB e samba. Nesta edição o projeto apresenta:
Lagartorei
A banda não se limita a estilos musicais e faz rock com samba, soul e funk, além de cantar composições próprias e apresentar versões para músicas de Chico Buarque, Paralamas, Titãs e Gabriel, o Pensador, dentre outros.
Dia: 23 de julho, às 21h
Valor: R$ 4* e R$ 8 . 12 anos.
* Comerciários, estudantes e maiores de 65 anos

LUIZ FERRAR
O cantor chama a atenção pelo timbre peculiar de sua voz de contratenor. Muito versátil, interpreta diversos gêneros de música, como rock, pop, bossa nova, samba e partido alto.
Dia: 30 de julho, às 21h
Valor: R$ 4* e R$ 8 . 12 anos.
* Comerciários, estudantes e maiores de 65 anos

Fonte: Acontece / SESC Niterói - Ano III / Nº 34 /julho/2004



ALGUMAS DICAS PARA CADA NAIPE
- extraído da apostila "Oficina Técnica para Canto Coral" de autoria de Deco Fiori


SOPRANOS
Talvez não seja exagero dizer que aproximadamente cinqüenta por cento do que um ouvinte leigo escuta na audição de um coral é o som produzido pelo naipe de sopranos. As notas mais agudas soam mais, por razões acústicas, além do fato de elas estarem, volta e meia, cantando a melodia da música. Então, podemos concluir que um bom naipe de sopranos é indispensável para se ter um bom coral. Deve-se trabalhar intensamente a voz de cabeça, buscando atingir os agudos necessários para a execução do repertório do coro da maneira mais "espaçosa" possível, pensando verticalmente, tentando conseguir um espaço interno generoso, com o céu da boca e o palato mole levantados e a laringe baixa, como em um bocejo. Em alguns casos, para se conseguir uma sonoridade mais aberta e frontal, busca-se uma fôrma mais horizontal, erguendo as maçãs do rosto, na procura de um som mais "pontudo". As vozes devem ser uniformizadas, com uma passagem suave, chegando nas notas mais graves de maneira bem leve.

CONTRALTOS
Às contraltos geralmente cabe o que chamamos carinhosamente de "lixo melódico", isto é, aquela melodia pouco convencional, de difícil execução, que está lá para completar os acordes, pois não é o baixo, a melodia principal, nem a terça. É claro que isso é um exagero, mas, às vezes, vai acontecer. Propõe-se, então, um bom trabalho de percepção musical com o naipe, que o permita entender, emitir e afinar intervalos dissonantes. As notas graves são mais "cheias" que as das sopranos, com um uso bem mais freqüente da voz de peito, que deve ser trabalhada de modo que fique bem encorpada, mas não agressiva, até porque a passagem será utilizada com freqüência e a equalização de timbre e volume é a chave para uma passagem suave e sem quebra, como vai se querer na grande maioria dos casos.

TENORES
Os tenores devem estar sempre bem preparados para as notas agudas. A tendência é "apertar" a voz, tensionando os músculos do rosto e diminuindo os espaços da boca e dos ressonadores da face. O trabalho que se deve fazer para evitar esses maus hábitos é, de início, uma forte conscientização da importância do apoio. Com o controle da coluna de ar, a busca da ressonância ficará mais fácil. Essa busca começa com o relaxamento dos músculos do rosto, o que proporcionará as condições necessárias para se conseguir um som ao mesmo tempo "arredondado" e "pontudo", elevando palato e céu da boca, descendo laringe, mostrando os dentes superiores e subindo as maçãs do rosto, como em um sorriso. A grande quantidade de harmônicos irá garantir um som brilhante e pleno. Se as notas forem muito agudas e se repetirem, recomenda-se, dependendo do contexto, uma mistura de voz de peito com falsete, o que, com um bom apoio, irá garantir um som leve e consistente.

BAIXOS
Se as sopranos são as mais ouvidas, os baixos são o alicerce, a viga mestra na construção do som do coral. Para isso, faz-se necessária uma emissão firme, sólida, encorpada, com ênfase também na articulação. Exercícios de articulação que garantam uma audição clara e perfeita de linhas melódicas, que várias vezes farão um ritmo diferenciado dos demais naipes, serão bem-vindos. Essa articulação, aliada à eterna busca de espaços e harmônicos, irá ajudar na construção de um som mais "gordo". Fôrmas generosas trarão a robustez desejada a esse som.

Deco Fiori


Deco Fiori é professor de canto, arranjador, preparador vocal e regente; Músico formado em Educação Artística; De sua experiência profissional, destacamos: participou em 1988 do Coral do Rio, sob a regência de Marcos Leite; participou como cantor, compositor e arranjador do Grupo Vocal Vox 4; é cantor e arranjador do Grupo Vocal BR 6; trabalha como preparador vocal do Grupo Equale desde a turnê de lançamento do CD "Expresso Gil" em 2000; é diretor musical da Double Sound Estúdios e Produções; atuou como vocalista em CDs de vários artistas da MPB, como Emílio Santiago, Cidade Negra, Carlos Lyra, Daniela Mercury, Pery Ribeiro, Moraes Moreira, Erasmo Carlos, entre outros; atuou, durante a década de 1990, como vocalista da Rio Jazz Orchestra; além de uma série de participações, como cantor, em teatro e televisão.




Gal Costa toca violão em novo show

A cantora Gal Costa escolheu São Paulo para dar início aos shows de lançamento de seu mais recente álbum, Todas as Coisas e Eu. Entre os dias 24 e 27 de junho, a intérprete lotou o DirecTV Music Hall. Quem esteve lá pôde conferir o repertório do álbum que já vendeu mais de 100 mil cópias.
A grande surpresa ficou por conta do acompanhamento para algumas canções do show. Nelas, Gal tocou violão ao vivo - coisa que não fazia desde o final dos anos 60 e início dos 70.
O repertório das apresentações, que tiveram a direção assinada por Bia Lessa, apostou na diversidade e foi desde Pra Machucar Meu Coração, de Ary Barroso, a Dono dos Teus Olhos, de Humberto Teixeira, passando por Folhas Secas, de Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito e pela obra pop-concreta de Arnaldo Antunes.
Ao lado da cantora, uma formação enxuta composta por Marcos Teixeira (violão), Bororó (baixo acústico), Zé Canuto (sopros) e Jurim Moreira (bateria).
A turnê se estenderá pelo Brasil assim que a cantora retornar da Europa. Em julho, cariocas, moradores do interior paulista e fãs de outras cinco capitais terão a oportunidade de assistir Gal e todas as outras coisas.

Fonte: Redação Terra



quinta-feira, julho 01, 2004

Carlos Lyra
apresenta-se no Mistura Fina


Depois do grande momento que foi a celebração de seus 50 anos de música no Canecão, Carlos Lyra apresenta no Mistura Fina (Av. Borges de Medeiros, 3207, Lagoa, tel: 2537 2844), nos dias 09 e 10 de julho (sexta e sábado), com duas sessões cada noite, seu novo show de lançamento do cd Sambalanço.
Neste show, Carlos Lyra se apresenta com um quarteto impecável (Helvius Vilela ao piano, Adriano Giffoni no baixo, Dirceu Leite nos sopros e Ricardo Costa na bateria) e mostra além de músicas do novo disco, canções do disco anterior, feito em homenagem ao Rio de Janeiro.
O repertório traz, além de alguns de seus clássicos, músicas como a faixa-título Sambalanço, nome que ele criou na década de 60 para definir a batida do samba bossa nova, Gente do Morro, feita para a peça Eles não usam black-tie, Um abraço no João, homenagem a João Gilberto, Se quiseres chorar, bolero inédito feito a partir de uma letra de Dolores Duran escrita para ele ainda na década de 50, e Os Olhos da Madrugada, que narra uma cena de amor boêmio, típica dos anos 60.
Ingressos a R$ 35,00

Fonte: Redação Terra


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Comments by: YACCS